24 de agosto de 2006

Natascha Kampusch

"Uma rapariga austríaca desaparecida há mais de oito anos apareceu hoje no jardim de uma casa próximo de Viena, depois de ter sido largada com violência pelo condutor de um automóvel que fugiu.
Segundo a polícia austríaca, Natascha Kampusch, de 18 anos, poderá ter estado encerrada durante mais de oito anos na cave de uma casa na localidade de Strasshof, nos arredores de Viena.
Segundo a jovem, o raptor [de 44 anos] deu-lhe aulas durante o cativeiro e permitiu que ouvisse rádio, mas não a deixava sair de casa."

1 comentário:

ledidi disse...

Diz que a miuda desenvolveu sídrome de Estocolmo, que consiste na vítima a gostar do captor. Nasceu (em estocolmo) com duas mulheres que foram raptadas num assalto a um banco e acabaram por casar com dois dos raptores. Doidices.