25 de agosto de 2009

Provavelmente não foi a melhor primeira abordagem. Apesar de ter uma leitura fácil, No Teu Deserto, de Miguel Sousa Tavares, não me convenceu nem um pouco. Tive sempre a sensação de estar perante uma obra pouco consistente, com demasiadas pontas soltas. Não Miguel, assim não. Volto a ti noutra altura, prometo.

2 comentários:

ACS disse...

O que é que esperavas de um gajo que defende com unhas e dentes as touradas? Que escrevesse bem ? É daquele tipo de pessoas que se enquadra bem num quadro tipo " ATENÇÃO : MARCO DÁ PONTAPÉ NA SONIA EM PLENA CASA BIG BROTHER! " - Se em vez de Marco, lá estivesse MST, niguém ligaria. Achavam normal, dentro do contexto.

andorinhaavoaavoa disse...

Eh pá! Ó ACS, o MST pode ter muitos defeitos mas compará-lo ao Marco Big Brother?? Tem o seu feitio e há quem diga que é personalidade lol. Também não me convenceu nada. Devia ter ficado pelo Equador, visto que o Rio das Flores também já não foi grande obra!