18 de março de 2010

Até já

Talvez seja o meu destino: andar de casa às costas, sem ganhar raízes em nenhum sítio, a deixar sementes espalhadas por uma série deles (e não falo de filhos).

Se calhar, o melhor é começar a deixar as malas à mão, com um kit de sobrevivência lá dentro. Não há nada como estar sempre pronto a partir.

Cheguei à Praia, aluguei casa, comprei coisas, fui assaltado, bebi muita cerveja e... pronto, é isto.

Agora, arrumo tudo, meto num barco, apanho o avião e aterro numa nova paragem. Pelo menos, desta vez, não vou precisar de pedir novo número de contribuinte.

A partir de dia 1, o Mindelo será a minha cidade. Tenho um quarto a mais. Aceitam-se reservas.

4 comentários:

Antígona disse...

Tens a certeza que não descendes de ciganos? :):)

Orangina disse...

...

gralha disse...

Parece-me bem! Boa mudança (imagino que não tenhas muita tralha).

Lucy Fields disse...

de certo modo invejo-te, gostaria de ter sido assim. digo "sido" porque com esta idade já gosto d voltar para o meu cantinho todos os dias, mas há cerca de 5 anos e mais, gostaria de ter sido assim :)