10 de junho de 2009

A Marcha cheia de si

Recebi o Dia de Portugal com um concerto de Mariza. Não foi sequer televisivo, já que a mocita veio mesmo até Luanda. Poupo-me à parte dos rasgados elogios e passo directamente para o orgulho patriótico, consumado no sacrifício pessoal a que obriguei a equipa que saiu para trabalhar comigo na cobertura do evento. 
Ando há quase um ano a levar, ao ritmo de, pelo menos, uma vez por semana, com "shows" da Ary, da Pérola, da Patrícia Faria, do Paul G, do Big Nelo e do Anselmo Ralph, para citar os mais pronunciáveis. Hoje obriguei toda a gente a ficar até ao fim da apresentação: E foram duas horas e meia de fado!
Meus amigos, viva Portugal, viva Camões e vivam as queijadinhas de Sintra. Ou os pasteis de Belém? Não, as queijadinhas.

3 comentários:

Antígona disse...

Os pastéis oá! São melhores que as queijadas!
É muito triste ser-se emigrante!... lol

g disse...

GRANDE NUNO!!!! Assim é que é. Pois fez muito bem em pôr os TV Zimbo's a verem o espectáculo da Grande MARIAZA. Eu vi aqui num noticiário que a Mariza foi a Angola pelas Comemorações do Dia de Portugal e de Camões ou das Comunidades Portuguesas(?). Assim é outra coisa. Eu tanto gosto dos Pastéis de Belém como das Quijadinhas de Sintra, são ambos bons, docinhos e muito portugueses, e também gosto muito dos Países Nórdicos.
Gilberta

P.S. Quando tiver tempo vá espreitar: http://www..cast tv.com/video/m5gjqu/sem-eira-nem-beira-xutos-potaps-tvi-2009-vídeo. Se me sobrasse dinheiro e eu tivesse a certeza que não roubvaram pelo caminho, enviava-lhe uma cópia do dito CD que espero comprar em breve.

E já agora quando é que tem tempo para me responder?
lol

andorinhaavoaavoa disse...

Olha por aqui e mais nomeadamente para a minha pessoa, foi dia de trabalho e nem dei pelo Dia de Portugal!
Mas por ai estes dias sentem-se de forma diferente. Eu sei, eu entendo!
Queijadinhas kuía!