17 de junho de 2009

O Nuno perde dinheiro


Quem acompanha este blog (e eu sei que há por aí muito boa gente que não vive sem ele) conhece a minha faceta, digamos, descuidada. É recorrente eu perder objectos pessoais. É costume eu ficar sem coisas que me fazem falta ou pelas quais tenho um enorme carinho. Ora, uma das coisas que sugere um sentimento de grande afeição é o dinheiro.
Não é que me considere um materialista, mas enfim, compreenderão que uns dólares (dólares porque eu vivo no estrangeiro) a mais são sempre bem-vindos. Acontece que comigo os dólares tendem a sair. Nem é tanto por eu os gastar. Habitualmente é porque os perco.
Em dois dias, por duas vezes, dei por mim à procura delas, das notas. Desapareceram. Caíram-me do bolso, ficaram esquecidas. Foram à sua vida.

2 comentários:

Antígona disse...

Tens a certeza que não tas roubaram? :)

Sereia disse...

Ahhh...então foi isso? Custava muito explicar? :)