2 de outubro de 2011

Chá


Não sei quando é que me tornei uma pessoa de chá, mas hoje bebo-o várias vezes ao dia. 

Prefiro-o preto e sempre que com um pouco de leite, sem açúcar . De manhã e à noite, com toda a certeza. Depois do almoço, se ao fim-de-semana.

Não sou grande fã de rotinas, mas gosto de rituais. A chávena que comprei propositadamente, a água a ferver, os minutos de espera. 

9 comentários:

Marta disse...

Também gosto muito de chá. Gosto de red tea dos Açores e de todos menos do preto. Já tenho adrenalina que sobre para gerir naturalmente...
Isso de bebê-lo com leite é muito british :))

Nuno Andrade Ferreira disse...

Em rigor, não há assim tantos tipos de chá. A maioria são tisanas. Mas para mim isso são só paneleirices.

Marta disse...

Completamente de acordo.
Eu bebo os típicos: camomila, erva-cidreira. Os que usam os de nervoso miudinho...

Nuno Andrade Ferreira disse...

Isso para mim é de viveres numa cidade grande.

Marta disse...

Nada disso. Numa cidade pequena, vá...média mas a trabalhar no meio de vinhas e matas, com vista privilegiada para um grande serra. O drama de chegar atrasada ao emprego pauta-se pelo número de tractores agrícolas que me possam travar a marcha:)...
Agora...não é África. Essa paz não tenho por aqui.

Diwane disse...

Vou esperar pelo teu convite para tomar chá!

Nuno Andrade Ferreira disse...

Acredita que é mais pacífico (e tranquilo) do que algumas áfricas por onde já andei.

Antígona disse...

Cuidado com as quantidade, a sério. Já me aconteceu andar com o coração a saltar pela boca e perceber que afinal era do chá em demasia. Bebia-o com limão sobretudo e a toda a hora. Preto. Agora conheço-os melhor. Bebo principalmente verde e não a todas as horas. À noite prefiro uma tisana que me sossegue :)
Mas é giro andares numa de chá :) é chique, sei lá.lol

Anónimo disse...

o chá preto tem muita cafeína, é pior que o café...bebe dois cafés por dia (faz bem ao coração) e depois algumas tisanas frescas que o calor aperta (muito gelo, rodela de limão, uma folha ou duas de hortelã, um pau de canela, uma estrela de anis). Mas compreendo o ritual.