21 de setembro de 2009

Com a melhor das intenções

Saí de casa cheio de boas intenções. Queria chegar e escrever um post sobre os sapos que não me deixaram dormir. Só que, a caminho da estação, cruzei-me com um miudo, com não mais de 10 anos, descalço, completamente drogado, a arrastar-se no meio da estrada e percebi, como se já não soubesse, que a minha vida não é assim tão má.

2 comentários:

andorinhaavoaavoa disse...

Sempre que achamos que a nossa vida é uma bosta, há sempre alguém pior, que nos mostra a sorte que afinal temos! Mas esses sacanas dos sapos também são um inferno. Compra uns tampões para as orelhas! LOL

Antígona disse...

Pronto já lá está o post :):)