29 de setembro de 2009

Say what?

Perdi os últimos minutos a tentar perceber o verdadeiro significado da comunicação ao país de Cavaco Silva. Fiquei sem perceber se o Presidente acha que houve escutas ou não. Quer dizer, parece que não, mas como ele não o disse explicitamente, fica a incerteza.

O discurso foi tudo menos claro. Ambíguo, como toda a história, de resto. E, sinceramente, quando andamos cheios de perguntas na cabeça, tudo aquilo de que não precisamos é de um Presidente da República que se ocupe a confundir-nos ainda mais. Além de que agradeço que o meu Chefe-de-Estado guarde para si as suas próprias emoções. A sério.

1 comentário:

Antígona disse...

Olha que nem o consegui ouvir!!!
Isto anda mesmo mau...